… Sobre

Ellipsis é uma tradução bruta para … (Reticencias) um uso contante quando escrevo algo e por tanto é a minha marca registrada. Nunca termino com um ponto final, pois a vida sempre continua e portanto há muito pelo que caminhar… 

Diego Ramon é um eterno young adult, formado em Artes Cênicas pela Fundação das Artes de São Caetano do Sul e graduado em Comunicação Social | Publicidade e Propaganda

É escritor e redator freelancer, mas possui um certo complexo de cineasta e é um nerd nas horas vagas. 

A Jornada do Sábio

Trinta anos de idade é um número redondo. Isso é de fato uma conquista pelo caminho percorrido até aqui. Muito eu aprendi ao longo desses anos e ei de aprender mais com a vida; Seja com novos estudos e/ou trabalhos e até amizades que tenho e que posso vir a ter num futuro próximo. Mas com a idade que tenho hoje, posso — Talvez! — Me considerar um sábio. 

Me chamo Diego Ramon. Um nome composto em que o segundo nome compartilho também com o meu irmão. Homenagem ao tio da minha mãe de mesmo nome — Um homem de negócios, sério e de bom coração — Gosto de poder dizer que parte do que me define, vem de pessoas que admiro e “Diego” é o alter-ego do herói de infância do meu pai: “Zorro”, um homem de boa índole. Sabemos muito bem que os heróis foram criados para serem espelhados. Mas também de acordo com essa “internet de meu Deus”; Diego também pode significar o Sábio e muitas das vezes gosto de me enquadrar nesse aspecto, pois amo ajudar os outros, ensinar e trazer conhecimento. 

No trabalho eu gosto de agir de várias formas positivas. Mas para melhor exemplificar, digo as palavras contidas em meu portfólio: “Criatividade”, “Planejamento” e “Organização”. Desde sempre sou artista, formado em artes cênicas e Comunicação Social — Ator, Escritor e Publicitário — A criatividade está dentro de mim desde o meu nascimento, sempre gostei de criar e ter novas ideias. Mas o brainstorm é perigoso, pois joga-te contra a parede e te enche de informações, por isso aprendi o valor do planejamento e da organização, pois é necessário para quem vive tempestades cerebrais constantes. E assim consigo manejar todo e qualquer pensamento novo em minha cabeça. 

Gosto de ouvir os outros. De pensar em conjunto e aprender com todos os tipos de pessoas. Jovens, idosos etc. Pois a vida é um eterno aprendizado e o ser humano é diferente em todos os aspectos. Vivem culturas diferentes e essa diversidade é o essencial para aprendermos ao longo de nossa jornada. Qualquer lugar que eu vá, levo as minhas experiências compartilhando com o todo e também absorvo o que o outro tem a dizer. Já escrevia o autor Alexandre Dumas em Os Três Mosqueteiros; “Um por todos e todos por um”. Pois as coisas somente funcional quando há inteligência coletiva. 

Entretanto, isso é apenas um por cento do que eu sou no universo. Posso escrever um livro de mil páginas e ainda assim, não irei falar tudo sobre mim. Disse ali em cima que posso considerar-me como um “sábio” — Pode até parecer prepotente da minha parte — Mas alguém que se destina a isso, nem sempre é um estudioso ou um “crânio”; Alguém incrível em todos os aspectos. Mas sim uma pessoa que viveu o suficiente e viu tantas coisas a ponto de entender certos aspectos. Não sei de tudo, não saberei de tudo mas gosto do conhecimento para passar esse a quem ainda está começando a vida… 

“Só sei que nada sei, e o fato de saber isso, me coloca em vantagem sobre aqueles que acham que sabem alguma coisa…”.


Sócrates

 

Escrevo sobre games para o site Maquina Nerd e sou antigo criador do Canal Nerding About

O Blogueiro…

Anúncios